18/09/2010

Copos-de-leite no jardim


O cultivo do copo-de-leite ou Calla (Zantedeschia), deve ser feito em um solo rico em matéria orgânica e mantido sempre úmido. Regue em dias alternados; já em regiões mais quentes, é necessário fazê-lo diariamente. Esta espécie desenvolve tanto em ambientes de meia-sombra quanto a pleno sol. Sua floração ocorre na primavera e no verão. Um local bem favorável para o cultivo da planta é a beira de lagos, riachos e tanques. A cor branca é a mais conhecida, mas tem os coloridos, nos tons: amarelo, rosa, vinho e vermelho. Esta planta também pode ser cultivada em vasos.






8 comentários:

Maria Amélia disse...

eu tenho os brancos, sou louca para ter os amarelos e não conhecia os vermelhos... quero todos...

Anônimo disse...

Eu adoro este blog e amo copos de leite...

mar e ilha disse...

Essa é a flor preferida da minha mãe. Tenho certeza que para o resto da minha vida onde eu avistar copos-de-leite lembrarei sempre dela. Vou mostrar seu post para ela e acho que nunca vi um amarelo. Será que mamãe conhece? Não sei. VTe conto depois

Blog - util.necessario - Ana disse...

Eu sou simplesmente apaixonada por eles. Estou com um vaso de cor vinho e está dando certo. Vamos ver até onde.
Bjs,

Dona Amélia disse...

Sou completamnete apaixonada por callas!! Ainda mais as coloridas! Acho tuuudibom! ;oD

Xerinhos
Paty

Valérie Roberto disse...

Minha avó tinha uma moita enorme de copos de leite tratados a... àgua de tanque\! Tinha um canaleta que levava toda a água do tanque (com sabão ou não) direto ao pé de copos de leite.Ninguém sabia o que tinha vindo primeiro, o copo ou o tanque, mas eram lindos! Restos de comida, sempre!

Um beijo

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Ingles. Daienne

Malu disse...

Eu fiquei encantada com tamanha beleza das imagens que vi por aqui.
Saio de alma cheia de alegria por fazer saber-me mais uma vez o quanto o CRIADOR é generoso em SUAS manifestações.
Tua sensibilidade é absoluta.
Abraços