03/04/2011

Cinco dias em um "spa" ayurvédico


Sim, eu conheço este lugar. Eu e meu marido estávamos juntos quando nos apaixonamos por ele. Isto a mais ou menos uns 15 anos atrás. Rapidamente meu marido decidiu comprá-lo. A paisagem parece ser costurada por árvores e rasgada por riachos e cachoeiras. Desde então aqui se tornou um lugar onde aprende-se que temos que revigorar nossa vida, transformá-la em vez de repeti-la. Funciona como um ashram e um spa direcionado aos tratamentos ayurvédicos. Não sei se spa seria uma definição correta, pois essa palavra vem do latim e significa saúde por meio da água. Ao que me parece aqui a saúde vem por meio dos óleos. Mas sempre me refiro a este lugar usando o termo sítio.
Raramente fico doente, a não ser minhas enxaquecas que me acompanham desde criança. Mas só as tenho quando teimo em me alimentar mal. Quando como chocolate, couve-flor, banana prata, cerveja, damasco. Geralmente enxaquecas estão diretamente ligadas com a má digestão, com o fígado. Então, se como algo de difícil digestão para o meu organismo, ela vem feito Joana D'arc com sua espada empunhada, espetando-me a cabeça.
Na verdade, é a primeira vez que venho aqui na condição de paciente. Desde que voltei da Índia não ando me sentindo muito bem. As vezes, sinto uma tristeza que parece uma erva daninha arraigada dentro de mim. E aparentemente não há um motivo real para tal sentimento. Desconfio que um dos motivos da minha "indisposição" seja pela visita quase certa da "Senhora Menopausa", que começa a rondar as mulheres que estão perto dos 50. Isto parece um fato!
Meu marido e minha filha sugeriram que eu viesse para cá fazer este tratamento ayurvédico ou Panchakarma (5 técnicas de desintoxicação profunda) como é chamado. Assim o fiz, estou aqui desde segunda. Há outras dezessete pessoas, vindo de vários lugares, eles chegaram no sábado. Uma semana antes de vir, recebi em casa um folheto explicativo acompanhado por um potinho com Ghee, uma manteiga sem sal clarificada e um outro com ervas em pó, para o preparo de um chá. Inicio uma dieta alimentar. Nada complicado, em jejum tomo o Ghee e em seguida o chá. Duas horas depois, um chá de minha preferência acompanhado por torradas com manteiga e regadas com mel. Sopa de legumes no almoço. E no jantar, arroz, legumes cozidos ou no vapor e um filé de frango, para quem come carne. Evitar alimentos ácidos, gordurosos e picantes é importante. Alguns anos atrás fiz este tratamento por duas vezes, mas foi na clínica, na cidade. A partir do primeiro dia em que estou aqui, noto a diferença. Neste lugar, você está longe dos problemas rotineiros e do trânsito, sem falar que aqui é lindo e o contato com a natureza acalma a alma. A alimentação é preparada da forma adequada e chega até suas mãos sem que tenha que fazer esforço algum para isto. Portanto, o tratamento tende a ser mais complexo e completo.









Lugar onde estive: Ashram Suddha Sabha Yoga e Ayurveda Kendra - Araguari, MG.

http://www.suddha.net/
informações: info@suddha.net 
Tel.: (34) 3235-3571.

3 comentários:

eleonora disse...

que coisa maravilhosa. Desejp que te sintas bem rapidamente. Se um dia for possivel irei também nesse spa. beijos

Marina Mott disse...

Que lugar incrível!! Fico feliz que esteja melhor! Fiquei com vontade de experimentar...beijo grande!

Dayse disse...

Que coisa linda, revigora só de olhar as imagens, imagina estar aí neste paraiso. Melhoras.
bjs