31/05/12

Amar, Comer, beber e passear ( em Portugal )

Lisboa, Mafra, Coimbra e Porto... Minha paixão por esses lugares tornou-se constante e verdadeira. Tenho por certo que grande parte desse amor se deve a muitos fatores: a companhia do meu marido, a companhia de pessoas queridas, a beleza do lugar, a arte e, por fim, a culinária fantástica. Eu e meu marido simplesmente adoramos sair para comer aqui em Portugal. Cada vez que nos sentamos à mesa, o primeiro gole de vinho e o primeiro pedaço de pão são tão empolgantes que quase nos esquecemos dos acompanhamentos.Rs! Como se isso fosse possível!
Experimenta - diz ele, a cada entrada ou prato servido.
Sem dizer nada; experimento.
Olho para ele com um sorriso nos olhos... um sorriso de puro prazer...
Rimos e experimentamos juntos mais uma vez, começamos a comer com uma satisfação especial. As vezes mastigamos e fechamos os olhos enquanto dizemos:
Que delícia!
Lentamente e deliberadamente, exploramos todos os sabores. Conversamos sobre como a culinária portuguesa nos lembra as cozinhas de nossas avós.
A cada almoço e a cada jantar, retomamos o assunto e reconhecemos que esta culinária portuguesa é deliciosamente parte de nossas infâncias.











  

30/05/12

Cidade do Porto - "Todo sentimento"- 2ª parte

São 10 horas, uma brisa fria me acompanha durante meus passeios pela cidade. Meus olhos e meus sentidos caminham pelas ruas captando cada detalhe da arquitetura. Minha atenção se volta totalmente para as padronagens dos pequenos azulejos que revestem as cinzentas paredes das casas e igrejas. É interessante ver como os padrões dos desenhos desses revestimentos datados do século 19, parecem tão atuais. "Elementar meu caro Watson"...  a verdade é que hoje em dia eles são referência no mundo das artes e do design. Devagar, novas padronagens vão se revelando, algumas em relevo, outras como telas formando belos painéis. Nesse momento, sou eu e a minha câmera fotográfica. Nem sei dizer se estou totalmente voltada para dentro de mim mesma, submersa em meus pensamentos e descobertas ou totalmente voltada para fora, identificada com esse mundo externo. O que sei é que meus pensamentos estão completamente envolvidos com a minha visão. Gosto dos entalhes nas molduras das janelas, dos grafites contrastando com a arquitetura barroca, da delicadeza das grades e dos azulejos que "revestem a cidade."
Cada vez mais eu sinto que meu encanto por essa cidade fica denso assim como o aroma de jasmim da noite. 






 

 

 

 

 

 

 

 
























A estação













 





24/05/12

Cidade do Porto - 1ª Parte

"Eu começo a descobrir que em meu coração tá nascendo um jardim
Pensando em plantar você dentro de mim
Pois preciso lhe ver"  - Eduardo Dusek -

Já no trem, meu marido começa a falar sobre a beleza da cidade do Porto. É noite e faz muito frio. Dentro do taxi, o assunto continua, assim como também o meu encantamento. À medida que vamos nos aproximando, ele faz com que minha atenção se volte para a bela iluminação da cidade, e, ao mesmo tempo, me olha registrando a intensidade do prazer que está me proporcionando. Ele me conhece bem e sabe que minha paixão pelo lugar será inevitável. Chegamos. De frente ao hotel observo a bela arquitetura Art déco. Dentro, a decoração segue o mesmo estilo.  "Às vezes tenho vontade de chorar!" Pela manhã, abro a janela do quarto eu começo a descobrir a cidade do Porto. E então, começo a descobrir que em meu coração tá nascendo um jardim... pensando em plantar essa cidade dentro de mim... pois é preciso lhe ver...

Da janela do nosso quarto de hotel... eu vejo...




O Hotel



22/05/12

Dois dias em Coimbra

Numa tarde do dia 25 de abril deixamos Lisboa e desembarcamos na estação da cidade de Coimbra. Era meu aniversário. Uma chuva torrencial nos recepcionou na estação. Incrível, não havia nenhuma cobertura entre a parada do trem e o ponto de táxi. Chegamos molhados e congelados na recepção do moderníssimo hotel.
"Ogni giorno la vita è una grande corrida, ma la notte, no." ( Todo dia, a vida é uma grande batalha, mas a noite, não.)
À noite, ainda se ouve o barulhinho de água da chuva. Sentados no restaunte do hotel, observo a grande parede de vidro. Ela revela a paisagem lá fora... resquícios de construções antigas rodeadas por oliveiras prateadas, pinheiros e videiras podadas. Dentro, a grande sala se veste com uma roupagem minimalista, enquanto taças bico de jaca vermelhas cintilam à luz de velas.
Pela manhã, a chuva insiste em nos recepcionar. Já são quase oito da manhã e, com um beijo carinhoso meu marido me deseja um bom dia e sai para ministrar uma palestra. Ainda preguiçosa, imagino o que fazer. Logo percebo que o frio com a quietude e a água quente são ótima combinação antes do café da manhã. Então, me convido a um bom e demorado banho de banheira. Nada mal para quem decidiu ficar no hotel e por em prática o dolce far niente.

Coimbra vista pela janela.

18/05/12

"A Vida Portuguesa"

Portugal é um país que adoro. Pessoas queridas, culinária fantástica e lugares belíssimos. Eu e meu marido  estávamos  lá no último mês quando minha filha pediu que fossemos até o Chiado, um charmoso bairro de Lisboa. Com uma lista de encomendas nas mãos chegamos a um belo exemplar dos antigos armazéns comerciais. O nome na fachada já dava uma idéia do que seria dentro - "A Vida Portuguesa". Ainda na porta de entrada, meus olhos se deliciaram com o que viram. A decoração e os objetos nos tiram do mundo atual e nos remetem a um passado distante, fazendo-nos lembrar dos antigos armazéns onde vendia-se um pouco de tudo. Prateleiras e balcões de madeira expunham produtos característicos das antigas marcas portuguesas como: os sabonetes Ach. Brito e Confiança, andorinhas Bordado Pinheiro, lápis Viarco, cadernos Emílio Braga e ... muitos, muitos outros artigos como: mantas, cartazes, sardinhas, fôrmas... Todos eles tinham a cara dos antigos produtos portugueses, aqueles que conhecemos há várias décadas, aqueles que mantiveram as suas embalagens originais ou ainda se inspiram nelas. "A Vida Portuguesa" tem parceria com diversas marcas antigas para a criação de produtos exclusivos. Esta iniciativa envolve pesquisa, criação, desenvolvimento, lançamento e divulgação de boas marcas. Vale a pena conhecer, o lugar é lindo e famoso na Europa.